Será mesmo que as máscaras cirúrgicas protegem contra o novo Coronavírus?

Mitos e Verdades sobre o novo Coronavírus!

O Coronavírus que está assustando o mundo inteiro chegou ao Brasil cercado de especulações. Afinal, o que é mito e o que é verdade sobre essa pandemia? É o que você vai descobrir agora, neste post!


De acordo com a Organização Mundial de Saúde, os Coronavírus são uma família de vírus responsáveis por causar diversas doenças respiratórias.

Esses vírus caracterizam-se por possuir prolongamentos ao redor de suas estruturas, lembrando uma coroa (daí o nome “Coronavirus“, algo como “vírus de coroa” em latim).

"Coronavírus" significa, literalmente "vírus de coroa" ou "vírus coroado"
O vírus que está assustando o mundo todo faz parte da família dos Coronavírus, que já são velhos conhecidos da Humanidade!

Dentre as doenças causadas por membros dessa família de vírus, destacam-se a “Síndrome Respiratória do Oriente Médio” (conhecida pela sigla em inglês “MERS”) e a “Síndrome Respiratória Aguda Grave” (também chamada de “SARS”).

Essas síndromes respiratórias do passado apresentaram uma taxa de mortalidade superior à do novo Coronavírus (a da MERS chegava a ser quase de 40%!).

Porém, o COVID-19, o mais novo tipo de Coronavírus, está se espalhando muito mais rapidamente do que seus primos e acabou tornando-se uma pandemia (epidemia de escala mundial), o que justifica os temores e cuidados redobrados com a saúde!

E é por isso que, num momento como o que estamos vivendo, é extremamente importante sabermos o que é Mito e o que é Verdade em relação a esse novo vírus!

Confira agora 10 Mitos e Verdades sobre o COVID-19 e aprenda a se proteger de forma mais eficiente!

10 Mitos e Verdades sobre o novo Coronavírus (COVID-19)

1. O Vírus “morre” em regiões quentes e úmidas – MITO

Assim que o Coronavírus começou a se espalhar pelo planeta, surgiu a teoria de que ele não conseguiria resistir a temperaturas elevadas e a áreas mais úmidas.

No entanto, o fato de que ele não só chegou aqui ao Brasil como está contaminando pessoas em algumas cidades já é prova mais do que suficiente de que isso, infelizmente, não passa de um mito.

Na verdade, não há evidências científicas de que o clima seja capaz de afetar o vírus, o que significa que qualquer rumor de que ele não vai afetar determinadas regiões do globo é, a princípio, falso.

2. Usar máscaras cirúrgicas impede que você se contamine – MITO

Infelizmente, o uso de máscaras cirúrgicas como as que encontramos em farmácias também não impede que você acabe contraindo o novo Coronavírus.

Isso ocorre porque essas máscaras descartáveis não se encaixam nem cobrem perfeitamente o rosto, permitindo que gotas microscópicas de fluidos contaminados ainda possam entrar em contato com os olhos, o nariz e a boca.

No entanto, essa medida pode ser útil quando utilizada por quem já esteja infectado com o vírus.

A máscara cirúrgica deve ser usada por quem já está contaminado com o Coronavírus
A máscara cirúrgica funciona para prevenir que quem a utilize contamine as outras pessoas, e não o contrário!

Em outras palavras, as máscaras cirúrgicas podem ajudar a impedir que um indivíduo contaminado infecte outras pessoas através de sua saliva, por exemplo.

Ou seja, só vale a pena o uso das máscaras por parte de quem já é portador confirmado do novo Coronavírus, visando a prevenir novas contaminações.

Atenção!

Apesar de, em teoria, as máscaras servirem mais para evitar que quem já esteja contaminado com o vírus o espalhe por aí, os órgãos de autoridade do país determinaram que todos os cidadãos deveriam, independentemente de suas condições de saúde, utilizá-las quando precisassem sair de casa.

Afinal de contas, é bem possível que uma pessoa acabe sendo infectada pelo vírus e não se dê conta disso. Assim, na prática, essa medida é mais do que válida.

Porém, devemos lembrar que a ideia é que todos nos isolemos o máximo possível. Desta forma, só vá para a rua (utilizando a sua máscara!) se não houver outro jeito. #fiqueemcasa

3. Uma vacina contra o Coronavírus já foi lançadaMITO

Embora alguns portais na Internet tenham afirmado que uma vacina contra o COVID-19 já estava pronta e sendo utilizada, essa informação foi logo desmentida.

E isso jamais poderia ser verdade, pois, de um modo geral, o protocolo para a aprovação de medicamentos e formas de imunização é muito rigoroso e exige meses de exames e pesquisas.

Para você ter uma ideia, segundo o site de notícias G1, apesar de os primeiros testes com uma vacina para o vírus terem começado a ser feitos no dia 16/03, é possível que essa solução demore até 18 meses para ser disponibilizada para o público.

Assim, neste momento, o melhor mesmo é continuar se prevenindo!

4. O Vírus pode ser transmitido por picadas de mosquitosMITO

Diferentemente de outros vírus, como o da dengue ou o da malária, o COVID-19 não é transmissível por meio de picadas de inseto.

Picadas de inseto não transmitem o Coronavírus
Os insetos transmitem muitos vírus, como o da dengue, mas não o COVID-19.

A contaminação com esse novo Coronavírus acontece através do contato com partículas de saliva ou da secreção nasal de pessoas infectadas.

Desta forma, é possível que um indivíduo contaminado espalhe o vírus ao tossir ou espirrar, num mecanismo bastante similar ao observado em casos de gripe.

5. O vírus é mais perigoso para idosos e pessoas com doenças crônicasVERDADE

Enquanto que, para a população adulta em geral, a taxa de fatalidade do Coronavírus é estimada como sendo de 1 a 3%, para idosos esse valor pode chegar a assombrosos 15%.

Além disso, pessoas que possuem alguma doença crônica, especialmente uma síndrome respiratória como a asma, tendem a sofrer com quadros mais severos da infecção, apresentando também maiores chances de vir a óbito.

Vale lembrar que, mesmo que você não esteja dentro da classificação de maior risco (isto é, tenha menos de 60 anos e não apresente condições crônicas graves de saúde), será importante se prevenir da mesma maneira.

Ao fazer isso, você estará evitando contaminar parentes, amigos ou, até mesmo, desconhecidos, que possam fazer parte do grupo dos mais vulneráveis. Responsabilidade é tudo!

Idosos estão entre os mais vulneráveis ao novo Coronavírus
Proteger-se do Coronavírus significa também proteger aqueles que você ama!

6. O Coronavírus é apenas uma gripeMITO

Apesar de muitos pensarem que o COVID-19 é somente um tipo novo de gripe, isso não é verdade.

O Coronavírus pode até ter sintomas similares em alguns casos, como tosse e febre alta, mas ele é capaz de provocar uma infecção mais séria e possui uma taxa de mortalidade maior.

A título de curiosidade, vale reforçar que o vírus da gripe sequer é da mesma família do Coronavírus, possuindo uma estrutura bastante diferente!

Portanto, a semelhança entre as doenças causadas por esses vírus está essencialmente no modo de contaminação e na sintomatologia geral, podendo não se estender à gravidade dos casos nem aos tratamentos adequados. Fiquemos de olho!

7. Animais de estimação NÃO propagam o vírusVERDADE

É fato que há tipos de Coronavírus que podem se disseminar através dos animais. Porém, felizmente, esse não parece ser o caso do COVID-19!

Não há evidências científicas de que mamíferos de estimação, como gatos ou cachorros, sejam capazes de espalhar a doença.

Animais de estimação não espalham o Coronavírus!
Pois é! Segundo os cientistas, “cheirar gatinhos” está liberado!

Assim, se você é um amante de pets, pode dar aquele sorrisão de alívio!

8. Antibióticos matam o CoronavírusMITO

Como o próprio nome diz, os “antibióticos” servem para matar seres vivos, e até hoje existe um debate acerca da classificação correta dos vírus.

Diferentemente de bactérias ou fungos, os vírus não conseguem “funcionar” sem uma célula hospedeira, sendo muito mais como moléculas complexas do que como os “micro-organismos” que costumamos enfrentar no dia a dia.

Deste modo, devido ao princípio de ação dos antibióticos envolver o ataque à célula de uma bactéria ou a inibição de seu desenvolvimento, eles não funcionam em vírus (que não são seres celulares!).

Em resumo, não adianta tomar antibióticos achando que eles poderão prevenir ou eliminar o COVID-19!

9. Encomendas da China podem chegar contaminadas pelo VírusMITO

Se você tinha encomendado aquele produto no Ali Baba e estava com receio de ele vir contaminado, pode relaxar!

De um modo geral, vírus não conseguem permanecer ativos por longos períodos quando estão fora de um organismo.

Assim, é altamente improvável que uma encomenda que veio lá da China (e possivelmente enfrentou meses de viagem até chegar aqui) seja capaz de contaminar alguém!

P.S.: De acordo com as informações mais recentes, o vírus pode se manter ativo fora de um organismo por alguns dias.

Inclusive, outros vírus da família do COVID-19 podem “sobreviver” por 9 dias em superfícies de metal, vidro ou plástico.

Isso significa que produtos encomendados de locais próximos, ou mesmo pedidos por delivery, ainda podem vir contaminados!

10. Lavar bem as mãos e usar álcool gel previnem a contaminaçãoVERDADE

Essas medidas de higiene são universais e previnem praticamente qualquer tipo de doença.

Entretanto, é importante dizer que as principais medidas de proteção são lavar as mãos e manter distância de pessoas infectadas.

Lavar bem as mãos é uma ótima forma de se prevenir do Coronavírus!
Não se esqueça de levar cerca de 20 segundos ensaboando suas mãos quando for lavá-las!

A água e o sabão já são mais do que suficientes para prevenir viroses e outras doenças, sendo o álcool em gel basicamente um “quebra-galho” para quando você não estiver podendo higienizar suas mãos!

E este foi o nosso post sobre os 10 maiores Mitos e Verdades sobre o Coronavírus!

Mantenha a calma, lave as mãos com frequência ao longo do dia e evite aglomerações, OK?

Um abraço e até a próxima! Cuide-se!

Leia também