Os Óleos Essenciais têm inúmeras propriedades benéficas para o corpo e para a mente.

Dica nº6: proteja sua saúde com os Óleos Essenciais!

Você já ouviu falar nos Óleos Essenciais? Eles são misturas concentradas de origem vegetal que contêm muitas substâncias benéficas para a saúde do corpo e da mente. Confira como esses compostos podem interferir positivamente na sua vida!


Se você estava em busca de maneiras naturais e seguras de cuidar de seu bem-estar físico e mental, temos uma ótima notícia: você pode recorrer aos famosos “Óleos Essenciais”!

Os Óleos Essenciais são misturas de substâncias extraídas de flores, caules, cascas ou de outras partes da estrutura de plantas. Esses ingredientes possuem o aroma característico da porção do vegetal que lhes deu origem e é dito que eles carregam a “essência” da planta.

Originalmente, os compostos contidos nesses óleos servem como uma linha de defesa para os vegetais, protegendo-os contra pragas e doenças. Além disso, eles também permitem que as plantas interajam com organismos benéficos, favorecendo o crescimento delas.

Não demorou até que os seres humanos percebessem outras utilidades dos extratos de vegetais. Por exemplo, desde os tempos do Egito Antigo, a Humanidade vem aproveitando as características químicas dessas substâncias para a fabricação de perfumes e medicamentos.

Mais recentemente, os modos de preparo e isolamento dos referidos compostos evoluíram, permitindo uma maior concentração de suas propriedades e um aumento de sua pureza. Assim, o que hoje utilizamos é uma versão potencializada dos “Óleos Essenciais”.

Em termos das aplicações modernas e cientificamente embasadas dos Óleos Essenciais, podem-se citar seu uso para o alívio de sintomas depressivos e para o tratamento de doenças de pele. A técnica que envolve a utilização dessas substâncias para fins medicinais recebe o nome de “aromaterapia”.

Você pode usar a aromaterapia como um tratamento complementar para inúmeras condições negativas de saúde.

A aromaterapia e seus benefícios para a saúde física e mental

A aromaterapia (literalmente uma “terapia com aromas”) é um conjunto de práticas que empregam os Óleos Essenciais para tratar os mais diversos problemas de saúde, abrangendo desde dores nas articulações até transtornos de ordem psíquica.

Basicamente, esse tipo de terapia faz uso das substâncias ativas presentes nos óleos, como os terpenos e outros compostos orgânicos, para equilibrar o funcionamento do corpo.

De acordo com a literatura científica recente, quando inaladas ou aplicadas sobre a pele (a depender da necessidade do paciente), essas substâncias podem exercer um efeito analgésico sobre o organismo, assim como uma ação anti-inflamatória e antimicrobiana.

Ademais, massagens realizadas com Óleos Essenciais têm se mostrado particularmente eficientes para o tratamento de indivíduos com sintomas depressivos.

Em termos bioquímicos, esses óleos, quando inalados, induzem o cérebro a disparar hormônios relacionados à alegria e ao bem-estar, como a serotonina e a dopamina. É desta forma que eles interferem positivamente na dinâmica do humor.

Já em relação à atividade antimicrobiana desses ingredientes, estudos apontam que os compostos contidos nos Óleos Essenciais destroem a parede celular de bactérias e as afetam internamente, comprometendo sua estrutura.

Por fim, quanto às características anti-inflamatórias desses extratos, elas se devem à sua capacidade de reduzir os níveis de espécies químicas associadas aos processos inflamatórios e promover um aumento na concentração de enzimas antioxidantes.

Agora que você já conhece melhor o potencial dos Óleos Essenciais, confira como 5 deles podem te ajudar a cuidar melhor da sua saúde!

5 Óleos Essenciais que você vai querer começar a usar agora mesmo!

1. Óleo Essencial de Laranja

Definitivamente não foi à toa que acrescentamos o óleo essencial de laranja ao Carvvo! Além de possuir propriedades antioxidantes e analgésicas, esse ingrediente se destaca por seus benefícios para a saúde bucal.

Segundo o observado por Dentistas e outros pesquisadores, esse óleo essencial é capaz de inibir a formação da placa bacteriana sobre os dentes e combater os micro-organismos que causam doenças periodontais.

Na verdade, já há até quem compare o desempenho do óleo essencial de laranja com o de substâncias antimicrobianas muito encontradas em enxaguantes bucais, como a clorexidina. A diferença é que, ao que tudo indica, o óleo é muito mais seguro e combate as bactérias perigosas com uma eficiência ainda maior!

Além disso, os defensores da chamada “aromaterapia dental” propõem a aplicação desse ingrediente como uma forma de relaxar pacientes que vão se submeter a intervenções odontológicas.

Com efeito, o óleo essencial de laranja é muito conhecido por sua ação ansiolítica, que lhe rende o apelido de “óleo da alegria“.

Os óleos essenciais possuem inúmeras propriedades benéficas para a saúde física e mental!
O óleo essencial de laranja te ajuda a relaxar e a cuidar da sua saúde bucal.

Como nós aproveitamos os benefícios do Óleo Essencial de Laranja no Carvvo

Acrescentamos ao nosso dentifrício uma porcentagem ótima de óleo essencial de laranja para que suas propriedades anti-mau hálito e antissépticas fossem aproveitadas ao máximo.

O Carvvo conta com um equilíbrio delicado de ingredientes com ação adsortiva (o carvão ativado e a argila kaolin) e diretamente antimicrobiana (o óleo essencial de laranja).

É dessa forma que nosso Clareador Dental Natural consegue deixar seus Dentes até 3 Tons Mais Brancos enquanto previne e combate o mau hálito e os principais problemas de saúde bucal!

Especificamente quanto ao papel do óleo essencial de laranja no nosso pozinho, ele consiste na eliminação das bactérias que atacam a gengiva e produzem os gases responsáveis pela halitose (conhecidos como “Compostos Voláteis de Enxofre”).

(Você pode conferir mais informações e evidências experimentais sobre os benefícios desse ingrediente para sua saúde bucal na nossa página de Estudos Científicos!)

Para garantir o seu Carvvo e começar agora mesmo a incorporar os benefícios do Óleo Essencial de Laranja na sua rotina de saúde bucal, é só clicar no botão abaixo:

2. Óleo Essencial de Olíbano

A resina de olíbano é uma referência na medicina popular graças às suas propriedades anti-inflamatórias. Em particular, esse material mostra-se comprovadamente eficaz para amenizar os sintomas da artrite reumatoide.

Em relação ao óleo essencial de olíbano propriamente dito, sua eficiência como agente analgésico, antimicrobiano e anti-inflamatório tem sido relatada por pesquisadores.

No entanto, o maior mérito atribuído a esse ingrediente refere-se à sua aptidão para inibir o desenvolvimento de um tipo de câncer de pele perigosíssimo, o melanoma.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, os melanomas têm origem nas células que produzem a pigmentação da pele e são os tumores cutâneos que têm maior propensão a sofrer metástase. Em outras palavras, esses tumores apresentam mais chances de atingir outras regiões do organismo.

Conforme uma pesquisa publicada em 2019, o óleo essencial de olíbano desempenha um papel muito importante para a prevenção e o tratamento desse câncer ao comprometer as células malignas sem afetar os tecidos saudáveis.

Outra contribuição importante desse óleo para a recuperação de pacientes com melanoma é a sua função hepatoprotetora. Basicamente, o olíbano é capaz de reverter os danos ao fígado causados pela quimioterapia convencional.

3. Óleo Essencial de Limão

O óleo essencial de limão, por sua vez, já é cotado como agente antioxidante há mais de 20 anos. Sua utilidade no campo da dermatologia dá-se na medida em que ele evita a ocorrência de reações químicas envolvendo radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce.

Esse ingrediente também se destaca por suas propriedades antibacterianas e antifúngicas. Por exemplo, num estudo de 2014, foi constatada a sua capacidade de conter a expansão do mofo em alimentos.

O desempenho antimicrobiano do óleo essencial de limão estende-se a outro micro-organismo particularmente incômodo, o fungo da espécie Candida albicans.

Esse fungo é responsável por causar infecções de pele e provocar coceiras e outros sintomas desagradáveis. Em casos mais graves, a contaminação pelo referido micro-organismo pode levar o indivíduo afetado ao óbito.

Há, ainda, indícios de que o óleo essencial de limão exerça um efeito ansiolítico similar ao dos óleos previamente citados.

4. Óleo Essencial de Lavanda

O óleo essencial de lavanda é mais um membro da família dos Óleos Essenciais reconhecido por suas características analgésicas, antioxidantes e anti-inflamatórias.

Sua atividade antibacteriana também é digna de nota. Esse óleo tem sido extensamente submetido a testes científicos devido ao seu potencial de combater muitas bactérias que prejudicam a segurança de alimentos, como as das espécies Escherichia coli e Salmonella typhimurium.

Como se não bastasse, existe uma crescente gama de evidências associando o óleo essencial de lavanda a benefícios para o sistema nervoso. Ao que tudo indica, esse ingrediente promove uma sensação de bem-estar e auxilia na diminuição de sintomas de depressão e ansiedade, como a dificuldade para dormir e a sensação de inquietude.

Entretanto, a função de cunho neurológico mais relevante do óleo em questão talvez seja seu potencial anticonvulsivante e antiespasmódico.

Devido a isso, estudos recentes têm apontado o óleo essencial de lavanda como um eventual medicamento complementar para o tratamento da epilepsia.

Atenção: embora o óleo essencial de lavanda tenha todas essas propriedades benéficas, seu uso por indivíduos que apresentem um quadro de hipotensão é contraindicado. Para saber mais sobre dosagens e efeitos colaterais da utilização excessiva de Óleos Essenciais, consulte o portal especializado Laszlo.

Seja para tratar problemas físicos ou emocionais, conte com os Óleos Essenciais!

5. Óleo Essencial de Tomilho

O óleo da planta citada na famosa música Scarborough Fair (que conta com uma interpretação muito boa da cantora Aurora) possui múltiplos usos medicinais. Além de ajudar na digestão, esse ingrediente contribui para manter o fígado protegido e age como um antioxidante.

Para deixar tudo ainda melhor, assim como os outros Óleos Essenciais citados nesta lista, o de tomilho possui propriedades antimicrobianas. E elas são ainda mais potentes do que as demonstradas pelo óleo essencial de lavanda.

Por fim, o óleo essencial de tomilho é, junto com o de laranja, mais um extrato natural eficiente no combate a micro-organismos orais perigosos, como os que causam doenças no periodonto.

Como utilizar os Óleos Essenciais desta lista de forma eficiente e segura

Por melhor e mais natural que seja um produto, ele sempre possuirá condições ótimas de uso que, caso sejam desconsideradas, podem acarretar efeitos colaterais indesejados.

E com os Óleos Essenciais a história não poderia ser diferente. Afinal, eles são extratos concentradíssimos de ativos de plantas, devendo ser utilizados na dosagem correta.

Confira a seguir algumas indicações de uso dos óleos apresentados neste post, segundo a Aromaterapeuta Lia Maria Ravazzano:

Uso oral (Óleos Essenciais de Laranja, Limão e Tomilho)

Você pode ingerir esses óleos em baixíssimas concentrações (no máximo, 3 gotas por porção) e apenas quando diluídos em água ou em mel, sempre com a supervisão de um Aromaterapeuta treinado e de um Médico. Ademais, se você estiver planejando fazer uma sinergia (mistura de óleos), tenha o cuidado de não exceder esse limite.

Em outras palavras, você pode acrescentar ao seu copo de água ou à sua colher de mel 1 gota de cada óleo, caso vá utilizar os 3 simultaneamente (e beber a mistura no máximo 3 vezes por dia).

P.S.: Você também pode usar os Óleos Essenciais para fazer o seu próprio creme dental natural! Super legal, não? 😄

Inalação para alívio de sintomas de ansiedade e depressão (Óleos Essenciais de Laranja e Lavanda)

Para o tratamento de inquietudes psicológicas, você deve acrescentar de 6 a 15 gotas a um aromatizador ou a um vaporizador, seguindo as instruções do fabricante do óleo essencial (assim, você estará espalhando a infusão por todo o ambiente!).

Outra opção é borrifar 3 gotas nas palmas das mãos, esfregá-las um pouco e depois aproximar o seu rosto. Desta forma, você estará inalando um aroma mais concentrado ainda de maneira segura!

Compressas e massagens para alívio de dores musculares (Óleo Essencial de Olíbano)

Para compressas, você pode adicionar de 5 a 10 gotas do óleo essencial de olíbano a 1/2 litro de água e aplicar sobre o local dolorido ou inflamado.

Já para massagens, o ideal é diluir 25 a 50 gotas desse ingrediente em 100 mL de óleo vegetal.

Se quiser conferir outras aplicações dos Óleos Essenciais, visite os sites especializados www.emporiolaszlo.com.br e www.florien.com.br!

E este foi o nosso post sobre Óleos Essenciais! Aproveite todos os benefícios desses ingredientes para a sua saúde e continue se cuidando!

Um abraço e até a próxima!

Leia também