A Parafina pode ser um perigo para a sua saúde!

Descubra o perigo oculto da Parafina!

Se você achava que a Parafina só era utilizada para fazer velas, aqui vai uma novidade! Ela está presente em diversos produtos de higiene e beleza e, até mesmo, em alimentos. Confira agora por que isso pode ser um perigo para a saúde!


A Parafina é um derivado de petróleo muito utilizado pelas indústrias alimentícia e farmacêutica.

Apesar de ser frequentemente confundida com o petrolato, por ter um uso similar, esse conjunto de substâncias é composto por hidrocarbonetos (compostos formados apenas por átomos de carbono e hidrogênio) mais pesados.

De um modo geral, a Parafina é empregada por sua grande capacidade oclusiva.

Ou seja, assim como o petrolato, os compostos parafínicos conseguem criar uma camada protetora sobre a superfície no qual são aplicados, dando brilho a ela e prevenindo que ela perca umidade.

Isto significa que, por exemplo, quando você vê uma maçã permanecer vermelhinha e viçosa por muitos dias, ela certamente foi revestida com Parafina!

Maçã revestida com Parafina
Está vendo essa maçã maravilhosa? Ela só parece tão bonita porque foi revestida com Parafina!

Porém, como de costume com ingredientes derivados do petróleo, a Parafina tem seus riscos, e você vai descobrir agora os principais deles!

Riscos da Parafina para a saúde humana

Esse derivado de petróleo tão conhecido por quem gosta de acender velas aromáticas é um verdadeiro perigo para a saúde!

E isso ocorre pois, de acordo com os cientistas, a Parafina libera outros hidrocarbonetos que são, comprovadamente, cancerígenos, como o benzeno e o tolueno!

Portanto, o inocente ato de acender uma velinha pode estar associado à emissão desses compostos na atmosfera, gerando riscos para a saúde.

Além disso, substâncias liberadas durante a queima da Parafina também estão relacionadas a uma piora em casos de asma. Que perigo, não?

“Mas eu gosto de acender velas, como posso me proteger?”

No entanto, nem tudo está perdido! Existem ceras alternativas, não-parafínicas, que podem ser utilizadas para a produção de velas!

Um exemplo (natural e vegano!) é a cera de soja, um produto vegetal 100% seguro e ecológico!

Você pode fabricar suas próprias velas a partir dessa cera e garantir sua segurança (Pode apostar que traremos uma receitinha vegana aqui para o blog)!

Fique agora com uma breve explicação sobre os riscos ambientais da Parafina!

Riscos de Poluição Ambiental

Da mesma maneira que o petrolato, a Parafina pode vir contaminada com outros derivados de petróleo perigosos, que podem ser cancerígenos por si.

Entretanto, mesmo um produto bem refinado ainda traz seus riscos, especialmente quando utilizado em velas, pois, como dissemos anteriormente, a queima da Parafina libera compostos cancerígenos.

Para piorar, essas substâncias são liberadas na atmosfera e podem contaminar não só seres humanos como, também, outros animais!

Por exemplo, um estudo feito com ratos (infelizmente) comprovou que, quando inalado, o tolueno é extremamente mortal para esses mamíferos.

Por fim, o risco ainda é maior para os animais domésticos, pois é comum que as pessoas acendam velas dentro de um ambiente fechado, aumentando a concentração de compostos cancerígenos, como o tolueno, dentro de casa.

Produtos que costumam conter Parafina

Fique agora com uma lista de produtos que costumam conter Parafina ou ser feitos à base dela (trate de trocar logo suas velas por versões com cera de soja!):

  1. Hidratantes;
  2. Hidratantes labiais;
  3. Cremes faciais;
  4. Velas;
  5. Ceras para melhorar a aderência de pranchas de surf;
  6. Alimentos (especialmente frutas, para preservar a aparência viçosa).

E este foi o nosso post sobre a Parafina! Fique de olho em outros textos de alerta para substâncias perigosas no nosso blog e aprenda a se proteger!

Um abraço e até a próxima!

Leia também